Prefeitura de Montes Claros
 
________________________________________________________________________________________________

NOVEMBRO AZUL

Prefeitura promove palestra sobre câncer de próstata para os médicos da Atenção Primária

Voltar para página anterior
Página Inicial
Imprimir esta página
 

29/11/2017 | ASCOM | Direção: Mateus Maia | Texto: SMS | Fotos: Divulgação | Webdesigner: Edson Gouveia


IMG-20171128-WA0017 IMG-20171128-WA0018 IMG-20171128-WA0019 IMG-20171128-WA0020 IMG-20171128-WA0021

 

IMG-20171128-WA0022A Prefeitura de Montes Claros realizou na tarde dessa segunda-feira, 27, uma palestra para os médicos da Estratégia Saúde da Família (ESF) sobre o tema “Câncer de Próstata: saúde e bem-estar do homem”, no auditório do Hospital Universitário Clemente de Faria.

A palestra foi ministrada pelo médico urologista Dr. Sérgio Santos Rametta e teve como objetivo orientar e reforçar a conduta dos médicos frente aos pacientes dos grupos de risco ou que estejam com câncer de próstata. Durante a palestra foram feitas discussões acerca do tema.

IMG-20171128-WA0024A palestra contou com a presença do diretor de Atenção à Saúde, Bruno Carvalho, da coordenadora do NAPRIS, Daniella Cristina Martins Dias Veloso, da coordenadora do Programa Saúde do Homem, Patrícia Godoy, e do médico Athos Avelino.

CÂNCER DE PRÓSTATA - A próstata é uma glândula do sistema genital masculino, localizada na frente do reto e embaixo da bexiga urinária. O tamanho da próstata varia com a idade. Em homens mais jovens, tem aproximadamente o tamanho de uma noz, mas pode ser muito maior em homens mais velhos.

A função da próstata é produzir o fluido que protege e nutre os espermatozoides no sêmen, tornando-o mais líquido. Logo atrás da próstata estão as glândulas denominadas vesículas seminais, que produzem a maior parte do líquido para o sêmen. A uretra, que transporta a urina e o sêmen para fora do corpo através do pênis, atravessa o centro da próstata.

O câncer de próstata é a transformação das células da próstata de forma anormal, podendo, assim, se espalhar por todo o órgão e, em casos mais graves, até mesmo fora dele.

A doença, que começa de forma silenciosa, afeta mais da metade dos homens acima de 50 anos de idade, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Só em 2016, foram 61,2 mil casos no país.

Para se prevenir, a orientação é a mesma dada em relação aos outros tipos de câncer: os cuidados devem começar cedo. E não se deve esperar um sinal de que algo está errado para procurar um médico. Mesmo sem sentir nada, todo homem precisa ir a um urologista uma vez por ano para fazer os exames. Quando há sinais, é um indício de que a doença já está se espalhando no organismo. Dificuldade para urinar, sangue na urina ou uma dor pélvica, por exemplo, indicam que o câncer já está em um estágio mais avançado.

A detecção desse câncer é feita inicialmente por meio de dois exames: o de sangue, chamado PSA, e o toque retal. Os dois exames devem ser feitos juntos para aumentar as chances de se detectar a doença precocemente. O câncer de próstata traz consequências sérias para a vida do homem, prejudicando muito sua qualidade de vida. Pelo menos 30% vão ter incontinência urinária, e 80% podem ficar impotentes. Sem falar que a doença atinge a fertilidade do homem, impedindo-o de ter filhos. Na necessidade de se realizar uma prostatectomia (retirada parcial ou total da próstata e vesícula seminais) para remover o tumor, a produção do líquido seminal é afetada, deixando o homem infértil.

Geralmente, o tratamento pode ser feito com cirurgia, radioterapia ou quimioterapia, dependendo do estágio da doença, que quando é descoberta ainda na fase inicial tem maiores chances de cura.

 

Mais Notícias » »

 

Notícias seta 2016 | 2015 | 2014 | 2013

 

 

________________________________________________________________________________________________
     Av. Cula Mangabeira, 211 - Centro - CEP: 39.401-002   |   (38)2211-3000   |  Montes Claros - MG-Brasil
     © Copyright 2013/2017 www.montesclaros.mg.gov.br
 
   Design | ASCOM-PMMC - 2017